Tor RSS! Siga o Passa Palavra no Twitter! Inscreva-se na nossa página do Facebook

Portugal

Uma história de violência Uma história de violência

A quem pretende contestar a austeridade não se exige menos do que o respeito incondicional pelas regras do jogo, o repúdio da violência e a garantia de que se indignará de modo inequivocamente pacífico. Por Ricardo Noronha Leia mais

| Comentar
André Barata, o que falta ainda responder André Barata, o que falta ainda responder

A rejeição da lógica produtivista passa por uma luta que advogue formas democráticas e horizontais de organização dos hospitais e postos de saúde, das escolas e de quaisquer outros serviços públicosPor Passa Palavra
Leia mais

| Comentar
Sobre suspiros, ilusões e ingenuidade: ping-pong com André Barata Sobre suspiros, ilusões e ingenuidade: ping-pong com André Barata

Como não é frequente uma discussão política feita em termos correctos e objectivos, vamos juntar mais uma peça a este saudável debatePor Passa Palavra

Leia mais

| [3] Comentários
Leia mais artigos dessa categoria

Brasil

O velho e novo no debate sobre estratégia O velho e novo no debate sobre estratégia

Tomemos cuidado todos nós com estas simplificações, elas nos induzem a pensar que a resposta é fácil. Por Soraia Soriano Leia mais

| [4] Comentários
A esquerda contra o golpe. Ou: “façamos o ‘retrocesso’ antes que a direita o faça” A esquerda contra o golpe. Ou: “façamos o ‘retrocesso’ antes que a direita o faça”

No momento em que o aperto econômico novamente se avizinha, a pergunta que deve nortear nossas ações é onde devemos depositar as parcas energias. Por Passa Palavra

Leia mais

| [57] Comentários
Entrevista com estudante da #OcupaMendes Entrevista com estudante da #OcupaMendes

A expectativa é grande para que novas escolas sejam ocupadas no Rio de Janeiro. Por Passa Palavra Leia mais

| Comentar
Leia mais artigos dessa categoria

Mundo

Memórias em disputa Memórias em disputa

A territorialidade é um elemento central nos casos analisados. O contexto de intervenção é urbana: isso determina uma materialidade e representações simbólicas específicas da vida na cidade, sem as quais perderiam sentido. Por Estudantes na Cátedra Livre Americanista – UBA (2015) [*]

Leia mais

| Comentar
Os ataques machistas coordenados em Colônia e os erros eurocêntricos de uma esquerda europeia pós-laica Os ataques machistas coordenados em Colônia e os erros eurocêntricos de uma esquerda europeia pós-laica

A cega defesa que a esquerda radical faz dos reacionários “muçulmanos” abraça implicitamente a crença de que, para não europeus, uma resposta de extrema-direita é uma resposta normal a uma situação de opressão. Por Marieme Hélie-Lucas [*]
Leia mais

| [8] Comentários
Uruguai: trabalhadoras e trabalhadores da educação ocupam colégio particular Uruguai: trabalhadoras e trabalhadores da educação ocupam colégio particular

A ocupação foi importantíssima: por um lado, alterou o funcionamento do centro educativo e, por outro, reforçou a solidariedade entre as e os trabalhadores. Por Claudia Lártiga Leia mais

| Comentar
Leia mais artigos dessa categoria

Cultura

Poesia para quê? 3) A poesia Poesia para quê? 3) A poesia

Enquanto a poesia não pode voltar a construir materialmente uma sociedade socialista e libertária, deve ajudar a construir uma cultura socialista ali onde ela é mais fértil. Por Poeta em Buenos Aires
Leia mais

| Comentar
Poesia para quê? 2) “Arte proletária” Poesia para quê? 2) “Arte proletária”

No mundo atual, a defesa da “arte proletária” como um fim em si mesma beira o elogio à miséria e ao imobilismo, transvestido de ostentação e afirmatividade. Por Poeta em Buenos Aires Leia mais

| Comentar
Poesia para quê? 1) Tarabukin e o produtivismo Poesia para quê? 1) Tarabukin e o produtivismo

O produtivismo expressou uma proposta ideológica e militante dentro do processo revolucionário russo, durante os anos quando este ainda estava aberto à criação de novas relações sociais. por Poeta em Buenos Aires Leia mais

| Comentar
Leia mais artigos dessa categoria

Idéias & Debates

A experiência dos Comitês de Fábrica na Revolução Russa (II) A experiência dos Comitês de Fábrica na Revolução Russa (II)

Os comitês de fábrica de Petrogrado enfrentavam o problema de manter a produção quando a economia estava se desintegrando: a sabotagem dos donos obrigava os trabalhadores a assumir o controle. Por M. R. Jones

Leia mais

| Comentar
A experiência dos Comitês de Fábrica na Revolução Russa (I) A experiência dos Comitês de Fábrica na Revolução Russa (I)

Este folheto conta a historia da luta dos trabalhadores russos, em particular os esforços dos comitês de fábrica. O êxito dos bolcheviques em derrotar a classe trabalhadora e esmagar toda a esperança de socialismo é o outro lado da história. Por M.R.Jones

Leia mais

| [5] Comentários
Associação Internacional dos Trabalhadores Associação Internacional dos Trabalhadores

A internacional pode e deve ter como inimigos: o egoísmo, a ambição, a calunia, a imbecilidade que não estão jamais de acordo com os anseios reais da humanidade. Por Adhemar Schwitzguèbel[1]

Leia mais

| Comentar
Duas versões do espírito libertário: Um “abismo intransponível”? Duas versões do espírito libertário: Um “abismo intransponível”?

Há algo a aprender com os jovens, por mais que seus protestos tenham um quinhão de desorientação; afinal, a nossa época é de “intransparência”, e eles não são apenas suas vítimas, mas também seus intérpretes. Por Marcelo Lopes de Souza

Leia mais

| [4] Comentários
Os significados da reforma policial e o discurso reformista – 2ª Parte Os significados da reforma policial e o discurso reformista – 2ª Parte

A lei ao passo que garante os privilégios e a funcionalidade da hegemonia em voga destina-se em seu caráter punitivo aos revoltosos funcionando como estrutura que fundamenta os comportamentos e as mentalidades a um regime de obediência. Por Arthur Moura [*]

Leia mais

| [1] Comentário
Leia mais artigos dessa categoria